PSOL quer que MPF averigue 'gabinete do ódio' e recurso de espionagem

Por Redação em 19/01/2022 às 10:15:44
O vereador Carlos Bolsonaro é um dos principais alvos da comissãoO Antagonista

O grupo de parlamentares vê a tentativa de adquirir o recurso como uma ameaça à democracia no Brasil. No pedido enviado ao MPF, o PSOL afirma que o governo federal tem viés autoritário e um "histórico de perseguições" a inimigos internos. Com isso, solicitam que as "instituições atuem para frear o viés antidemocrático do governo Bolsonaro".

Desenvolvida por uma empresa dos Emirados Árabes Unidos, a ferramenta oferece aos governos um serviço privado de espionagem. O software permite não apenas espionar elementos criminosos, como grupos terroristas e cartéis de traficantes, como também ativistas e jornalistas.

Leia mais...

Fonte: IG

Comunicar erro
Agro Noticia 728x90