Com hospital superlotado, grávidas esperam até 7 horas por atendimento no Hmib, no DF

Por Redação em 13/01/2022 às 21:56:49

Grávidas enfrentam superlotação no HMIB nesta quinta-feira (13), no DF.

Gestante que chegou à unidade já com a bolsa rompida aguardou quatro horas. Secretaria de Saúde não se manifestou até última atualização deste texto.

Grávidas que procuraram o Hospital Materno Infantil de Brasília (Hmib), nesta quinta-feira (13), afirmam que a unidade está superlotada e que a espera passa de 7 horas.

A gestante Hérika dos Santos Fidelis, de 19 anos, que espera o primeiro filho, afirma que chegou na unidade de saúde por volta das 16h, já com a bolsa rompida e contrações. Só foi chamada às 20h45 (veja vídeo acima).

"Estou andando com ela, fazendo todo procedimento que deve ser feito e tentando manter a calma. Tem outras mães que chegaram bem antes. Tem uma grávida que recebeu pulseira verde e está desde às 15h esperando", conta Robervândia dos Santos Fidelis, mãe de Hérika.

Na noite desta quinta, também não havia cadeiras suficientes para mulheres e acompanhantes na unidade de saúde. Questionada sobre a situação, a Secretaria de Saúde do DF não havia se manifestado até a última atualização desta reportagem.

"Em situação de pandemia, não tem nem cadeira para uma gestante sentar. Nenhum ser humano merece passar por isso", continua Robervândia.


Bruna Maria da Silva Chaves, de 32 anos, aguardou atendimento por quase 7 horas no Hmib — Foto: Arquivo pessoal
Bruna Maria da Silva Chaves, de 32 anos, aguardou atendimento por quase 7 horas no Hmib


Gestante de de 41 semanas, Bruna Maria da Silva Chaves, de 32 anos, estava preocupada com a pulsação do bebê.

"Acho um descaso. Troca o plantão e tem gente que não foi atendida de outros plantões. É sem noção. No meu caso, preciso ter um posicionamento da minha dilatação, do meu trabalho de parto, se vai precisar ter indução, como está minha bebê. É um descaso com a sociedade", reclama.

Fonte: G1

Comunicar erro
Agro Noticia 728x90