Agente penitenciário é surpreendido e morto ao fazer 'bico' de segurança no litoral de SP

Por Redação em 02/12/2021 às 05:21:37

Crime ocorreu no bairro Jardim Rio Branco, em São Vicente, no litoral de São Paulo. Suspeitos fugiram após dispararem contra a vítima. Agente penitenciário morreu ao levar tiros enquanto fazia serviço de segurança em São Vicente, SP

Reprodução/Facebook

Um agente penitenciário de 40 anos morreu após levar vários tiros enquanto fazia serviço de segurança em São Vicente, no litoral de São Paulo. Segundo informações da Polícia Militar divulgadas nesta quinta-feira (2), Eduardo Godinho Kundig foi alvejado por criminosos, ainda não identificados, chegou a ser socorrido, mas não resistiu.

O crime ocorreu na Avenida Ulisses Guimarães, no bairro Jardim Rio Branco, na Área Continental da cidade. Imagens de câmeras de monitoramento de um comércio flagraram o momento em que dois suspeitos correm e fogem, após o agente ser atingido por vários disparos (veja abaixo). A polícia já iniciou as investigações para encontrar os atiradores.

Imagens mostram momento em que suspeitos atiram e fogem em São Vicente, SP

Segundo a PM, equipes foram acionadas para atenderem à ocorrência. A polícia foi rapidamente até o local e encontrou a vítima ferida e caída na calçada, ainda com vida. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado e conduziu o agente penitenciário ao Hospital Municipal de São Vicente (HMSV).

Em nota, a Prefeitura de São Vicente, por meio da Secretaria de Saúde (Sesau), confirmou que o Samu atendeu ao chamado. O paciente foi levado ao HMSV, onde chegou inconsciente, não resistiu aos ferimentos e morreu.

Agente penitenciário morreu ao levar tiros enquanto fazia serviço de segurança em São Vicente, SP

Reprodução/Facebook

Nas redes sociais, moradores, conhecidos e familiares lamentaram a morte de Kundig. "Meu Deus, quanta violência nesse mundo. Você estava trabalhando e foram lá tirar sua vida. Ninguém merece isso, descansa em paz", postou uma mulher.

O caso foi encaminhado à Delegacia Sede de São Vicente, onde foi registrado boletim de ocorrência. A perícia compareceu ao local, e a Polícia Civil prosseguirá com as investigações.

Segunda morte em menos de uma semana

O policial militar Juliano Ritter, de 31 anos, foi baleado com um tiro na cabeça e morreu após passar por uma cirurgia de emergência no domingo (28). O crime também ocorreu em São Vicente. Segundo apurado pelo g1, ele foi baleado por um homem enquanto estava trabalhando. A polícia trabalha para identificar e prender o suspeito.

Agente penitenciário morreu ao levar tiros enquanto fazia serviço de segurança em São Vicente, SP

Reprodução/Moro em São Vicente e Região

VÍDEOS: As notícias mais vistas do g1

Fonte: G1

Comunicar erro
Agro Noticia 728x90