Polícia Civil investiga morte de capivaras encontradas com marcas de tiros no Lago Paranoá, em Brasília

Por Redação em 25/09/2021 às 13:37:11

Dois dos três animais mortos apresentavam perfurações. Carcaças foram recolhidas ao Hospital Veterinário da Universidade de Brasília (HVet-UnB), que fará necropsia. Capivara é encontrada morta com marca de tiro, no DF

Arquivo pessoal

A Polícia Civil investiga a morte de três capivaras encontradas, nesta sexta-feira (24), às margens do Lago Paranoá, em Brasília. Segundo a investigação, dois dos animais apresentavam marcas de tiros.

O caso foi registrado na Delegacia de Combate à Ocupação Irregular do Solo e aos Crimes Contra a Ordem Urbanística e o Meio Ambiente (Dema). De acordo com os investigadores, a carcaça dos animais mortos foram recolhidas e encaminhadas ao Hospital Veterinário da Universidade de Brasília (HVet-UnB).

LEIA TAMBÉM:

ATAQUE: marinheiro é mordido por capivara no Lago Paranoá, em Brasília

SUSTO: moradores do Guará encontram capivara dentro de casa, no DF

Os policiais informaram que os profissionais da unidade vão submeter o corpo dos animais à necropsia. Além disso, agentes compareceram ao local onde as capivaras foram encontradas e fizeram perícia.

Animais encontrados

Capivara morta às margens do Lago Paranoá, no DF

Arquivo pessoal

Ao g1, o policial civil Sérgio Marcos Figueiredo, de 49 anos, contou que encontrou os animais no momento em que remava no Lago Norte. "Estava no caiaque, quando vi alguns urubus e encontrei uma das capivaras. Em seguida, achei outra e comecei a achar estranho", comentou.

Segundo o investigador, pessoas que estavam no local comentaram sobre uma terceira capivara morta. "Quando cheguei mais perto, vi que elas tinham perfurações de projéteis. Em seguida, informei a polícia", afirmou.

Sérgio comentou que a presença dos animais são comuns na área e que se preocupou com a possibilidade de alguém estar praticando caça ou querendo maltratar os animais. O policial disse ainda que havia outra capivara morta no local.

Capivara

Capivara, o maior roedor vivo

Daniel Kantek/ Divulgação

A capivara é o maior roedor herbívoro do mundo, um animal adulto pode pesar 70 kg. Segundo especialistas, o macho da espécie pode ser identificado por uma glândula sebácea, localizada no focinho.

A capivara se alimenta de capins e ervas comuns em várzeas e alagados. Em algumas regiões, e até nas cidades pela falta de predadores, muitos grupos se tornam maiores e as populações ficam fora de controle.

Por outro lado, entre as décadas de 60 e 70, as capivaras foram muito caçadas especialmente na região do Pantanal, quando eram comercializados a pele e o óleo do animal para uso medicinal.

VÍDEOS: Série Bem Bicho

Leia mais notícias sobre a região no g1 DF.

Fonte: G1/DF

Comunicar erro
Agro Noticia 728x90