Polícia prende suspeita de matar mulher após discussão por música em pizzaria no DF

Por Redação em 11/05/2021 às 23:30:05

Vaniela Aparecida de Jesus foi assassinada a facadas, no dia 2 de maio. Segundo investigação, crime foi cometido por jovem de 19 anos, que acabou indiciada por homicídio qualificado e corrupção de menor. Vaniela Aparecida de Jesus, morta a facadas no DF

Redes sociais

A Polícia Civil do Distrito Federal prendeu, nesta terça-feira (11), uma jovem de 19 anos suspeita de matar Vaniela Aparecida de Jesus, de 34 anos, em uma pizzaria no Núcleo Rural Café Sem Troco, no Paranoá. Segundo as investigações, o crime ocorreu após uma discussão por conta da escolha da música que tocava no estabelecimento.

Os investigadores da 6ª Delegacia de Polícia, no Paranoá, afirmam que a vítima foi morta a facadas pela suspeita e pela namorada dela, uma adolescente de 15 anos. Por isso, a jovem foi indiciada por homicídio qualificado e corrupção de menor. A identidade dela não foi divulgada.

Jovem de 22 anos morre após ser agredida por companheiro com taco de beisebol no DF, diz polícia

Até a última atualização desta reportagem, a adolescente envolvida no crime não tinha sido apreendida.

Segundo a Polícia Civil, Vaniela estava com a namorada na pizzaria, assim como as suspeitas, no dia 2 de maio. As investigações apontam que, momentos antes do crime, a vítima se envolveu em uma briga com o casal, por conta da música que tocava no estabelecimento.

A corporação afirma que, após a desavença inicial, cada uma das suspeitas saiu em busca de uma faca e, juntas, passaram a procurar a vítima. As duas encontraram Vaniela em uma distribuidora de bebidas na mesma rua da pizzaria e a atacaram.

A vítima conseguiu ir para casa e pediu socorro. Ela foi levada até a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de São Sebastião e, depois, transferida ao Instituto Hospital de Base do DF. No entanto, faleceu três dias após o ataque.

Leia mais notícias sobre a região no G1 DF.

Fonte: G1/DF

Comunicar erro
Agro Noticia 728x90