Flávio Bolsonaro pede ao Conselho de Ética que apure se Kajuru quebrou decoro parlamentar

Por Redação em 12/04/2021 às 20:48:51

Senador é filho do presidente da República. Neste domingo (11), Kajuru (Cidadania-GO) divulgou trecho de telefonema que teve com Jair Bolsonaro sobre CPI da Pandemia. Fl√°vio Bolsonaro entra com representa√ß√£o contra senador Kajuru no Conselho de Ética do Senado

O senador Fl√°vio Bolsonaro (Republicanos-RJ) pediu nesta segunda-feira (12) ao Conselho de Ética do Senado que apure se o senador Jorge Kajuru (Cidadania-GO) quebrou o decoro parlamentar.

Neste domingo, Kajuru divulgou o conteúdo de uma conversa telefônica que teve com o presidente Jair Bolsonaro, pai de Fl√°vio.

No telefonema, Bolsonaro reclama da CPI da Pandemia, que, para ele, buscar√° fazer um relatório "sacana". Bolsonaro também xinga e amea√ßa agredir o senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), autor do pedido de cria√ß√£o da CPI.

O Conselho de Ética do Senado est√° parado. A última reuni√£o ocorreu em setembro de 2019. Aguardam an√°lise do colegiado representa√ß√Ķes contra Fl√°vio Bolsonaro, relacionada ao caso das rachadinhas, e Chico Rodrigues (DEM-RR), flagrado com dinheiro na cueca.

A Frente Nacional dos Prefeitos se manifestou nesta segunda-feira sobre o áudio. Disse que Bolsonaro busca um "cortina de fumaça".

Diante do episódio, o Cidadania, partido ao qual Kajuru é filiado, pediu ao parlamentar que deixe a legenda.

Veja trechos da conversa entre Bolsonaro e Kajuru

Argumentos

Na denúncia apresentada ao Conselho de Ética do Senado, Fl√°vio Bolsonaro classifica a grava√ß√£o como "clandestina". Diz também que Kajuru divulgou a conversa sem justificar "a estrita necessidade".

"Incorreu [Jorge Kajuru] em conduta manifestamente incompatível com o decoro parlamentar e com a compostura pessoal que se espera de uma autoridade, m√°xime [principalmente] em assuntos de natureza sensível e em di√°logo direto com o presidente", diz Fl√°vio Bolsonaro.

Kajuru afirma que avisou Bolsonaro sobre a grava√ß√£o. Segundo ele, o presidente n√£o se opôs à divulga√ß√£o.

Em outro trecho do documento, Fl√°vio Bolsonaro lembra que a conversa veiculada por Kajuru est√° relacionada à CPI da Pandemia, cuja instala√ß√£o foi determinada pelo ministro Luís Roberto Barroso, do STF, após a√ß√£o apresentada pelo próprio Kajuru e por Alessandro Vieira (Cidadania-SE). O filho do presidente acrescenta que a divulga√ß√£o do √°udio aumenta a crise institucional "que domina o país".

Quando Barroso determinou a instala√ß√£o da CPI, Bolsonaro afirmou em uma rede social que falta "coragem moral" ao ministro do STF e "sobra-lhe imprópria milit√Ęncia política".

Em resposta a Bolsonaro, Luís Roberto Barroso afirmou que age com seriedade. O próprio Supremo também se posicionou, declarando que os ministros tomam decis√Ķes "conforme a Constitui√ß√£o e as leis".

Fonte: G1

Comunicar erro

Coment√°rios

Agro Noticia 728x90