Escola cria campanha que arrecada celulares para alunos sem acesso a aulas remotas em Votorantim

Por Redação em 10/04/2021 às 16:14:02

Iniciativa pede doações de celulares velhos que estão sem uso. Escola cria campanha que arrecada celulares para alunos sem acesso a aulas remotas em Votorantim

Reprodução/TV TEM

Com a pandemia, as aulas presenciais foram suspensas e o ensino remoto foi adotado por diversas instituições de ensino. No entanto, muitos estudantes não possuem acesso a internet e o cenário de desigualdade começa a aparecer.

Em Votorantim (SP), uma escola criou uma campanha para arrecadar celulares que não são mais usados e que podem se tornar o meio mais próximo de conectar alunos e professores na aprendizagem.

A professora Elizete Beranger separou um cantinho em sua casa. Sem condições de comprar um notebook, ela optou por um celular novo para dar as aulas e manter contato com os alunos. A rotina está bem mais complicada para preparar tudo de forma digital e tentar fazer com que as informações cheguem ao maior número de estudantes.

Ela conta que uma de suas alunas possui apenas 20 minutos de internet por dia, mas o interesse dos pais é de extrema importância para manter o aprendizado da filha em dia.

"Eles falavam: 'quando você for explicar a matéria, me manda um 'oi', aí eu ligo a internet para a minha filha para que ela possa pegar o principal da aula'", diz.

Essa dificuldade é sentida pela empregada doméstica Evelin Aparecida dos Santos, que tem duas filhas na fase escolar. Como ela leva o celular para o trabalho, as meninas ficam sem acesso para acompanhar as aulas. Uma doação, no entanto, mudou a rotina escolar delas e possibilitou diminuir a distância entre a casa e a escola.

"Quando ela ganhou o celular, acabou o problema. Ela tinha o horário certinho de estudos com as aulas online, então não tinha nem como pensar em perder", diz.

A ideia da doação de aparelhos foi do coordenador da Escola Municipal "Maria do Rosário Arcuri Oliveira Campos", Fábio Henrique da Silva, que promoveu uma campanha no ano passado e conseguiu pouco mais de 10 aparelhos, que ajudaram famílias como a de Evelin. Este ano, a campanha acontece novamente. A escola pede doações de aparelhos velhos que possam ser usados pelos estudantes.

Ele explica que a pessoa que doa o aparelho assina um termo de doação para a escola. A mãe que vai receber o celular também assina um termo de responsabilidade para que o aparelho seja utilizado apenas para acompanhar as aulas.

"Ela também vai se prontificar a acompanhar a criança na utilização desse aparelho, que não é para a criança ficar jogando, brincando e fazendo o uso indevido da doação", explica.

Escola cria campanha de arrecadação de celulares usados para estudantes de Votorantim

Segundo o índice divulgado na última pesquisa TIC da Educação, responsável por mapear o acesso e o uso de tecnologias nas escolas de educação básica, quase 40% dos alunos de escolas públicas não têm computadores, tablets ou smartphones para estudar em casa. Quando o número é comparado ao de escolas particulares, a diferença fica muito mais visível: menos de 10% não possuem acesso a estes equipamentos.

O diretor da escola pública de Votorantim, Carlos Eustáquio, acredita que a pandemia aumentou o abismo entre as instituições públicas e privadas. Por isso, ele tenta fazer de tudo para que os estudantes consigam ter um ensino de qualidade ou, ao menos, ter acesso a educação.

"Na nossa escola, o ano passado, nós fizemos uma pesquisa com os pais e em torno de 30% não tinham equipamento próprio. Então, ela tinha, às vezes, o celular do pai ou da mãe, ou do irmão mais velho, mas a criança não tinha acesso 100% do tempo. Então, foi isso também que motivou a gente a lançar essa campanha", conta.

A doação pode ser levada diretamente na escola, localizada na Rua Pedro Nunes, número 407, no Jardim Serrano II. A organização da campanha também faz a retirada do aparelho, caso seja necessário. Para isso, é preciso entrar em contato com o coordenador da escola, Fábio, pelo WhatsApp (15) 98802-1071.

VÍDEOS: veja as reportagens do Bom Dia Cidade e do TEM Notícias de Sorocaba e Jundiaí

Veja mais notícias da região no G1 Sorocaba e Jundiaí
Comunicar erro
Agro Noticia 728x90